- iCrowdNewswire
  • Spain
  • Brazil
  • Russia
  • France
  • Germany
  • China
  • Korea
  • Japan
 
x

RSS Newsfeeds

See all RSS Newsfeeds

Jun 13, 2018 1:40 PM ET

Rodrigo Terpins apresenta umas das tendências tecnológicas para o varejo — a blockchain

iCrowdNewswire - Jun 13, 2018

Atualmente, a grande maioria das informações em grandes companhias são armazenadas de forma digital, e a notícia de que clientes de determinada empresa tiveram suas senhas ou dados vazados ou roubados por hackers não é incomum. Entretanto, uma nova solução tecnológica tem chamado a atenção de empreendimentos que buscam maior segurança nesse sentido. A chamada blockchain é uma tendência e promete, entre outros benefícios, impedir — ou diminuir significativamente — os ataques virtuais. Quem fala mais sobre o assunto é o empresário do ramo varejista, Rodrigo Terpins.

Diversas instituições, no mundo todo, estão explorando o potencial da tecnologia. Ano passado, o Carrefour Brasil, a International Business Machines e a rede de alimentos BRF, por exemplo, uniram-se em um projeto envolvendo o blockchain. A varejista de cafés Starbucks também já divulgou que planeja investir nele. E até bancos indianos têm pensado em apostar na novidade com objetivo de reduzir o tempo de processamento e melhorar a segurança das transações.

Rodrigo Terpins destaca que o blockchain ficou conhecido graças às criptomoedas, em especial o Bitcoin. A tecnologia trata-se de uma espécie de banco de dados tradicional, contudo, possui a vantagem de manter as informações guardadas em blocos — estes ficam ligados e protegidos por criptografia e matemática avançada. Cada um dos blocos é um tipo de código que armazena dados, dinheiro e contratos. Toda essa descentralização das transações é o que justifica a maior segurança da blockchain e torna, por exemplo, muito mais difícil e demorado hackear o sistema on-line. Ainda, a base de dados, pode ser compartilhada, mas só tem acesso a ela quem for autorizado, o que garante a privacidade das informações.

Além disso, outro possível beneficiário do blockchain é o setor logístico. Na XXI Conferência Nacional de Logística, que aconteceu em março, a tecnologia foi abordada como fundamental tanto para a redução das equipes necessárias para a realização de transportes de cargas, quanto para a redução do número de documentos, reporta Rodrigo Terpins. Ambas as medidas resultam na diminuição de riscos de fraudes e erros internos durantes os processos — e, também, podem reduzir custos logísticos.

Rodrigo Terpins

O empresário brasileiro possui uma grande experiência no Varejo. Ele é um dos fundadores da atual Associação Brasileira do Varejo Têxtil (ABVTEX) — instituição que congrega redes nacionais e internacionais de varejo de moda, que comercializam itens de vestuário, calçados, bolsas, acessórios, além de artigos têxteis para o lar.

Terpins também atua na área de sustentabilidade, é um dos sócios da Floresvale — empresa de reflorestamento ambiental fundada em 2009, que opera no manejo de florestas de eucalipto para serraria no Vale do Paraíba, entre os estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais. Com o negócio, a ideia é desenvolver um polo madeireiro sustentável, gerando empregos e oportunidades para parceiros locais.

O automobilismo radical também é uma das paixões de Rodrigo Terpins. Ele já participou diversas vezes do tradicional Rally dos Sertões, conhecido como a maior prova off-road do Brasil.

Website: http://www.rodrigoterpins.com.br

Via iCrowdNewswire
Tags: , Wire
View Related News >