x

RSS Newsfeeds

See all RSS Newsfeeds

Global Regions

Global Regions ( XML Feed )
United States ( XML Feed )

Jun 25, 2015 9:01 EST

The Oslo Democracy Conclave: a conference to discuss freedom, democracy and verifiable elections

iCrowdNewswire - Jun 25, 2015

The Oslo Democracy Conclave

 

Our mission is to gather brilliant minds and provide an open forum for addressing the most challenging, pressing, and relevant issues facing democracy today in Latin America. The main objective for the upcoming OSLO DEMOCRACY CONCLAVE, is to expose fraud and deception in the electoral processes in Brazil and to denounce the “Workers Party Plan” to perpetuate itself in power!

Our goal is to amplify the voices of millions of people who have braved violence, intimidation, and other obstacles to demand their right to free, clean, and fair elections. This Conclave is possible through the efforts of many working through social media and administered by volunteers, drawn from a wide variety of intellectual and cultural backgrounds, sharing a common interest in the integrity and fairness of democratic principles in Latin America.

Funding is provided by small donations in Brazil and the USA with no affiliations with any political party or governmental agencies in the USA. Please join the Conclave! Be a part of this growing force for peace, justice, and liberty.

Nossa missão é reunir mentes brilhantes de toda a América Latina e dos EUA e proporcionar um espaço para a discussão sobre as questões mais desafiadoras, urgentes e relevantes que a democracia enfrenta hoje em nosso continente, seja através do debate acalorado sobre a imparcialidade das eleições ou representando as vozes de milhões de pessoas que enfrentaram bravamente a violência, a intimidação e outros obstáculos para exigir o direito a eleições livres, honestas e justas sem a ameaça ou possibilidade de fraude.

Para que a democracia funcione, é preciso que todos concordem em aceitar os resultados de uma eleição, mas o processo eleitoral deve ser honrado e verificável. Quando qualquer possibilidade de fraude ou manipulação está presente, a legitimidade de uma eleição diminui e o sistema político pode ser marcado por conflitos e instabilidade!

As ditaduras frequentemente abusam do termo “democracia”. Assim como o ditador venezuelano Nicolas Maduro e o regime comunista em Cuba, outros países da região, incluindo o Brasil, também estão sob suspeita de fraude eleitoral, com base na presença documentada de uma empresa venezuelana (Smartmatic). A prova científica da fraude no Brasil, assim como testemunhos, será revelada neste fórum.

Hoje, no contexto de instabilidade política, as eleições validaram o regime despótico de Nicolas Maduro na Venezuela, que já detém o controle sobre o poder legislativo nacional mas que ainda não permitiu nenhuma auditoria em seu sistema eleitoral. O mesmo está acontecendo no Brasil, onde a legislatura é corrupta e as eleições foram manipuladas. Nenhum desses países cumpre os princípios democráticos em nenhum grau.

A ditadura ou cleptocracia reivindica a realização de eleições genuínas, mas ao invés disso as manipula e distorce, impondo resultados fraudulentos que criam um consentimento fictício. Em tais casos, as eleições não são um sinal de democracia, apenas servem como uma fachada para mascarar estruturas políticas autoritárias.

Olavo de Carvalho chegando ao Conclave de Washington

 

 

Contact Information:

Dalmo Accorsini

View Related News >
support